Bons ventos da Bahia 27/10/2017

 

Uma imponente construção é um dos pontos altos de 2017 na Copa Estoril JL Sítio Chuin. Construída em apenas cem dias, sua concepção privilegia o bem estar dos cavalos e dos que com eles dividem seu dia. De grande beleza arquitetônica, com toda a sua estrutura em madeira tratada e tesouras de sustentação com parafusos perfurantes, ela se impõe pelo pé direito muito elevado. A visita ao novo espaço se tornou obrigatória entre os participantes, encantados com a riqueza de detalhes e foco no conforto.

A temperatura média, ao longo do dia, é impressionantemente mais baixa em seu interior. Cocheiras e duchas, quartos de sela e alojamentos se dispõem de forma pensada e racional. Os secadores para os cavalos, são seguros e acolhedores. Incrível ver os animais tranquilos após o trabalho e o banho, como que apreciando aquele relaxante e suave resfriamento. O corredor de vento que se formou, ao longo de seus cerca de trinta metros de largura por sessenta de comprimento é como um carinho especial para os atletas equinos.

Para complementar o jeito de ser da família Chuin, quase todas a baias tem um nome alusivo a alguém ou alguma lembrança de algo que marcou a história da Copa Estoril, ao longo de 12 anos de competições. Imperdível o passeio ao novo espaço Estoril, lar dos bons ventos da Bahia.